Decisão entre Felipe Massa e Lewis Hamilton foi último grande sucesso da F1 na TV • Teleguiado


LEIA TAMBÉM: Globo decide não renovar contrato com Fórmula 1

A Fórmula 1 viveu em 2008 seu último momento de esplendor na medição de audiência.

Naquele ano, Felipe Massa chegou ao GP do Brasil com chances reais de título. Quando a fatura parecia liquidada, a garoa deu as caras em Interlagos. Todos os líderes pararam. No retorno à pista, Lewis Hamilton perdeu posições para Timo Glock, que preferiu manter os pneus de pista seca, e Sebastian Vettel. A menos que ultrapassasse alguém na última volta, o inglês perderia o campeonato para o brasileiro. A tensão fez o ibope disparar. No terminal da Grande São Paulo, a Globo beirava os 40 pontos. Vice-líder, o SBT minguava 5.

A quatro curvas do fim, quando Galvão Bueno ensaiava a comemoração, o imponderável prevaleceu. A chuva apertou, Glock não resistiu e, em plena junção, cedeu lugar para Hamilton. Felipe foi campeão do mundo por menos de meio minuto. O drama do ferrarista serviu para alimentar a audiência do futebol, exibido no vácuo da Fórmula 1, e do “Fantástico”, que fez da Fórmula 1 uma de suas principais atrações.

Na média, o GP do Brasil de 2008 rendeu 32,7 pontos de média à Globo — a segunda maior daquela semana, atrás apenas da novela “A Favorita” (41).




Seja um atirador esportivo!

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-


Source link