Polícia Civil e Exército destroem 47 armas de fogo apreendidas em Guarujá, SP | Santos e Região


A Polícia Civil de Guarujá, no litoral de São Paulo, realizou uma operação para destruição de 47 armas de fogo apreendidas no município durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão, prisões em flagrante e inquéritos policiais. A ação contou com o apoio do Exército Brasileiro.

O material foi levado ao 22º Depósito de Suprimentos do Exército, localizado em Barueri (SP), na última quarta-feira (21). Na unidade, as armas foram destruídas e tiradas de circulação. A Polícia Civil providenciou o transporte do armamento e acompanhou o procedimento.

O policiamento aponta que, no total, foram inutilizados 26 revólveres, 14 pistolas, quatro espingardas, duas garruchas e uma submetralhadora. Todo o armamento integrava o acervo de provas em processos que tramitavam nas 1ª, 2ª e 3ª Varas Criminais da Comarca de Guarujá.

Mais de 40 armas, entre revólveres, espingardas e uma metralhadora, foram destruídas — Foto: Divulgação/Polícia Civil

O procedimento é previsto no Estatuto do Desarmamento, na Lei Federal 10.826/2003, que permite a destruição de armas de fogo apreendidas e que não interessem mais ao inquérito policial e ao processo criminal. O procedimento é realizado pelo Exército com autorização do Poder Judiciário.

A inutilização do armamento é solicitada pelo delegado de polícia responsável pelo inquérito ou por meio de decreto. Após a destruição, um termo de destruição de material apreendido foi encaminhado às Varas Criminais de Guarujá.

VÍDEOS: as notícias mais vistas do G1




Seja um atirador esportivo!

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-


Source link